Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Novos projetos do CETEM são aprovados em editais da FAPERJ e CNPq
Início do conteúdo da página

Novos projetos do CETEM são aprovados em editais da FAPERJ e CNPq

Publicado: Segunda, 05 de Dezembro de 2016, 08h49 | Última atualização em Sexta, 05 de Maio de 2017, 10h14 | Acessos: 1722

O CETEM obteve a aprovação de diversos projetos em editais da FAPERJ - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro e receberá um montante aproximado de R$600 mil. Saiba quais são.

O projeto Caracterização Tecnológica e Beneficiamento de Minérios Urbanos, coordenado pelo pesquisador Otávio da Fonseca Martins Gomes, tem como objetivo a caracterização tecnológica de minérios urbanos, a fim de propor rotas tecnológicas para sua reciclagem. Para isso, métodos empregados na indústria mineral serão ajustados e modificados, e novos métodos serão desenvolvidos especificamente para a caracterização e o beneficiamento de placas de circuito impresso (PCIs). Foi aprovado no Edital FAPERJ Nº 04/2016 – Programa Apoio a Grupos Emergentes de Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro – 2016. Além de pesquisadores do CETEM, participam do projeto pesquisadores do Instituto de Matemática e Estatística da UERJ e do Depto. de Engenharia Química e de Materiais da PUC-Rio.

O projeto Apoio à Manutenção do Laboratório Multiusuário de Caracterização Tecnológica do CETEM e, coordenado pelo pesquisador Otávio da Fonseca Martins Gomes, com o apoio de pesquisadores da UFRJ, UERJ, MAST e do próprio CETEM que utilizam o laboratório foi aprovado no Edital FAPERJ Nº 13/2016 – Programa Apoio à manutenção de equipamentos multiusuários – 2016. Outro projeto do CETEM, intitulado Implantação da política de multiusuário do laboratório de ablação a laser hifenada à espectrometria de massa com plasma indutivamente acoplado (LA-ICP-MS) do CETEM e coordenado pelo pesquisador Arnaldo Alcover, também foi aprovado neste edital.

Outros dois projetos do Centro foram aprovados no Edital FAPERJ APQ1/2016 - Auxílio à Pesquisa Básica. Os projetos buscam consolidar duas linhas de ação em bioprocessos, de acordo com o novo Planejamento Estratégico do CETEM, com atuação nos temas estratégicos agrominerais e terras-raras. O projeto Processos Biotecnológicos para Solubilização de Agrominerais, coordenado pela Dra. Andréa C. L. Rizzo, tem por objetivo realizar estudo sobre o desenvolvimento de processos biotecnológicos a serem aplicados na biossolubilização de agrominerais brasileiros, visando a sua posterior validação e aplicação como fontes alternativas de fertilizantes a base de potássio, tanto para a produção de alimentos quanto para a produção de bioenergia. Já o projeto Estudo prospectivo para o desenvolvimento de um processo bio-hidrometalúrgico aplicado à separação de elementos de terras-raras, coordenado pela Dra. Ellen C. Giese, busca associar as áreas de bioprocessos e hidrometalurgia extrativa, utilizando o processo de biossorção de lantanídeos por biomassa microbiana imobilizada para compor a cadeia produtiva de terras-raras como uma rota alternativa com possibilidade de redução dos impactos econômicos e ambientais decorrentes da operação das instalações metalúrgicas.

Adicionalmente, o projeto Processamento e aplicações de ímãs de terras-raras para indústria de alta tecnologia, coordenado pelo IPT e executado em parceria com a CERTI, UFSC, CBMM, WEG, INOVA, IPEN e CETEM, foi aprovado pelo CNPq (Chamada INCT – MCTI/CNPq/CAPES/FAPs - Nº 16/2014). Caberá ao CETEM atuar nas áreas de caracterização mineralógica e química, beneficiamento mineral e metalurgia extrativa. Para realização dos trabalhos, o CETEM receberá um aporte de R$ 1,1 milhão.

registrado em:
Fim do conteúdo da página