Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Projeto que estuda a aplicação de resíduos de rochas ornamentais em novos materiais será financiado pela FAPES

Publicado: Segunda, 29 de Janeiro de 2018, 15h28 | Última atualização em Quarta, 21 de Março de 2018, 13h12 | Acessos: 750

A pesquisadora Monica Borlini, atuante no Núcleo Regional do Espírito Santo (NRES), teve projeto aprovado em edital da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (FAPES). O projeto aprovado intitula-se Desenvolvimento de novos materiais utilizando resíduos da extração e do beneficiamento de rochas ornamentais e concorreu para a Faixa C, da área de Engenharias. Com o objetivo de estudar o desenvolvimento de novos materiais a partir de resíduos de rochas ornamentais, o projeto pode contribuir para: a redução de consumo de matérias-primas naturais, diminuição da quantidade de resíduo a ser descartado na natureza, agregação de valor ao resíduo indesejável, mitigação do impacto ambiental e formação de recursos humanos.

O Brasil é um dos principais produtores de rochas ornamentais do mundo, e o estado do Espírito Santo concentra a maior parte da produção nacional. Os resíduos gerados durante a extração e beneficiamento de rochas ornamentais são uma preocupação crescente para o setor de rochas ornamentais brasileiro, sendo o principal problema ambiental do setor, principalmente os resíduos provenientes do beneficiamento, por conter elementos ou compostos que classificam a maior parte dos resíduos já estudados como não inertes. Assim sendo, há a necessidade de estudar a utilização de resíduos em materiais que possam inertizá-los, demonstrando que sua utilização não representa riscos ambientais.

registrado em:
Fim do conteúdo da página